Home » Sem categoria

Investigamos 8 crenças populares para descobrir se há fundamento cientifico

 

Muitas pessoas em todas as partes do mundo possuem crenças que muitas vezes não possuem nenhum fundamento, não é mesmo?

Com base na crença popular brasileira, selecionamos as 8 melhores histórias e conhecemos suas verdadeiras origens. Existe de fato algum fundamento de cunho cientifico ou se não passam mesmo de mera superstição? Acompanhe e descubra!

 

 

  • Deixar o chinelo virado para cima, faz com que a mãe faleça

 

A crença popular de que se manter qualquer tipo de calçado, com a sola para o lado de cima, pode causar a morte de alguma pessoa, mais precisamente, as mães dos “relaxados”. Certamente que não possui nenhum fundamento cientifico, a história foi originada da época em que não existiam pisos em residências como existem atualmente.

As mães desde sempre brigavam com os pequenos por deixarem os calçados de qualquer maneira, o que fazia com que os mesmos ficassem sujos (por não haver piso), e alguma delas, que provavelmente tinha um filho bem desleixado, teve a “brilhante” ideia de que se os chinelos permanecessem virados para cima, ela mesma poderia morrer.

 

  • Tomar leite com manga, faz mal?

 

Diferente do que a maioria das pessoas pensam, quando tomamos leite com manga, não nos causará risco algum! A realidade, é que ao misturar ambos os ingredientes, é algo extremamente saudável, pois contem um valor nutricional bem grande, com lipídios, cálcio, proteínas, magnésio, fosforo, riboflavina e caroteno. E de onde vem esta ideia de que a mistura poderia ser letal?

O mito vem desde a época do Brasil Colonial, quando o leite era ainda pouquíssimo acessível e com valor alto, onde somente senhores de engenho tinham acesso, e como não queriam que os escravos tomassem o leite, inventaram essa história ridícula, que acabou se espalhando e muitos acreditam até hoje.

 

  • Abrir guarda-chuva dentro de casa é mau presságio

 

Não fique com medo caso abrir o guarda-chuvas dentro de casa, para secá-lo logo após uma grande tempestade. Tal ação não possui nenhum embasamento com a má sorte, a provavelmente a crença teve seu surgimento no século VXIII na Inglaterra, pois os guarda-chuvas tinham estrutura de metal rígida, e como se tornaram objetos comuns, começaram a causar inúmeros acidentes por conta de sua abertura “sem querer” dentro das residências, na época.

Então para acabar com os acidentes, inventaram a má sorte como pretexto para que fosse evitado tal ação dentro de casa.

 

 

  • Cortar o cabelo após as refeições faz mal

 

Enquanto estamos digerindo os alimentos, não existe a menor relação com nossos cabelos, certo? Certo! Mesmo com as unhas, que também há registros de que não é bom fazer as mãos ou os pés após as refeições por ser altamente prejudicial à saúde.

A crença muito provavelmente está relacionada à superstição de que não devemos fazer as refeições de fronte para espelhos, o que normalmente fazemos é sentarmos de frente para o mesmo quando aparamos os fios. O que faz mal mesmo, é comer os próprios cabelos ou até as unhas depois de realizarmos os serviços. E vamos aproveitar que estamos falando de espelho...

 

 

  • Não comer diante de espelhos

 

Foi um tanto quanto difícil encontrar a real origem desta crença, mas uma única explicação encontrada, foi que a mesma surgiu por conta de um antigo monarca, muito do guloso!

De acordo com a lenda, em uma visita do rei a uma taberna, o dono que era um grande mestre-cuca, preparou um grande banquete em homenagem ao rei, colocando-o em sua melhor mesa, que no caso, era posicionada para um grande espelho.

Quando se deu início os pratos, além de poder se ver no espelho, o mesmo via a comida duplicada, fazendo o homem comer tanto que passou extremamente mal, e ao ver seu rosto suado e ruborizado, ficou extremamente preocupado. E então o rei passou a proibir espelhos nos locais onde faziam as refeições e se deu então o mito da história.

 

 

  • O perigo de se manter em frente ao espelho durante raios e trovões

 

Muitas pessoas acreditam fielmente que espelhos possuem alto poder de atração para raios, porém não existem fundamentos científicos para esta crença. Mas sim uma possível explicação, é que de fato os espelhos refletem a luminosidade que é produzida por tais fenômenos meteorológicos, e um sujeito desprevenido pode ter possivelmente se assustado com o clarão produzido e então pensou que o raio veio de dentro do espelho.

Outra boa explicação, é que na época também do Brasil Colonial, os espelhos costumavam tomar grandes proporções, com grandes estruturas metálicas e os mesmos podiam “chamar” raios para o interior das casas.

 

 

  • Assobiar dentro de casa atrai cobras

Se você já levou alguma bronca por ter assobiado dentro de casa, em especial durante a noite? Certamente deve ter sido pelo motivo de não querer que atraísse cobras para sua residência. Este velho costume, é somente mito, até porque estes animais são surdos e jamais vão fazer questão de ir até sua residência, mesmo que você esteja assoviando uma obra inteira de Bethoven!

As cobras possuem ouvido externo e possuem um sistema auditivo interno, o que significa que não sejam completamente surdas. De certo mesmo os encantadores de serpentes indianos, não dominam as cobras por conta do som das flautas, e sim pelo movimento que os mesmos fazem utilizando o instrumento musical.

 

 

  • Saber o sexo do bebê de acordo com o formato da barriga da mãe

 

Com certeza você já deve ter ouvido que as barrigas de gravidas que possuam forma “pontuda” e que estejam mais altas, indicam que o sexo é masculino do bebê, e se a barriga for mais esparramada é sinal de que o sexo é feminino. E além deste modo existe ainda um outro local para dar palpites sobre o sexo dos bebês, as mamas, acreditem se quiser.

Diversos estudos mostram que gravidas de meninas tendem a desenvolver seios maiores, enquanto as mães de meninos ficam com as mamas menores. A explicação é de que bebês do sexo masculino produzem mais testosterona e tendem a ficar menores, e exigindo mais energia de suas mamães, resultando em mamas menores.

 

Como falamos no início, selecionamos as 8 crenças mais populares, de acordo com nossos leitores. Porém caso você tenha curiosidade e interesse em alguma outra crença ou superstição deixe em nossos comentários, estamos sempre alertas para encontrar tudo que você queira saber!

 

Tags: , , , ,
Publicado por Programador
Revisado em 20/01/2018

Compartilhar